Natura On Line

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Homenagem a papai - Quem não o conhecia?


Edson de Brito Nery - O Curinga.

Por Cláudia Nery em 04/08/2009

Para os que não o conheciam, se quisessem saber quem era, era só dar como referência aquele senhor que passeava com o cachorrinho branco, que acelerava o fusquinha pra lá e prá cá e que era torcedor fanático do Galo. Todo mundo o conhecia. Era figura popular no bairro, e com certeza um dos motivos de sua popularidade era sua simpatia.

Pois é Curinga! Estamos reunidos hoje aqui nesta igreja para rezar pelo senhor e homenageá-lo e esta homenagem não poderia ser em outro lugar, pois foi nesta igreja que o Sr. foi batizado, casou-se, fez bodas de prata, e bodas de ouro.

Nós que somos da família e amigos nunca vamos esquecê-lo, e deixar de sentir saudades, mas algumas coisas com certeza farão lembrar do senhor e deixar nosso coração apertado .

Ficaremos com o coração apertado quando ouvirmos alguém cantando a música “ aos pés da santa cruz”, e não ouvirmos sua resposta, as vezes mal criada.

Sentiremos o nosso coração apertado quando acontecer um gol do Atlético e não ouvirmos o grito de Galooo, as vezes até nos dando susto.

Sentiremos o nosso coração apertado quando ouvirmos o som de uma trompa, instrumento musical que o senhor. tão bem sabia manejar.

Sentiremos o nosso coração apertado ao ver a beleza de uma orquestra e seu maestro..

Várias são as coisas que nos farão lembrá-lo e nos farão emocionar, porém nada nos deixará mais emocionados do que saber que não temos mais sua presença em nosso convívio.

Ao mesmo tempo alegra-nos saber que nossa memória está repleta de boas lembranças do senhor.

Desejamos que o senhor possa desfrutar das Glórias de Deus, e que seu descanso seja eterno.

É Seu Curinga, o senhor vai deixar muita saudade!

De sua família e amigos